top of page

NOSSA HISTÓRIA

A MARCA

A Hasu no Ie nasceu da necessidade de se promover um consumo consciente e sustentável dentro do contexto da pandemia, não apenas para suprir a demanda por equipamentos de proteção como máscaras, mas também por produtos eco-friendly, substituindo plásticos de uso único e que empregam altos níveis de produtos químicos na sua composição nocivos ao meio ambiente e à saúde individual. 

Mas no meio do caminho houve uma revira-volta que, depois de 4 anos de muita luta, resultou no nosso surpreendente diagnóstico de Síndrome de Ehlers-Danlos. E isso mudou todo o rumo não apenas do ateliê, seus projetos e sonhos, mas de sua vida.

Enquanto dentista do Trabalho e profissional de saúde que sempre trabalhei com prevenção e educação em saúde, não poderia permanecer indiferente frente à negligência com que doenças como a SED são tratadas. Sobretudo depois de uma longa e dolorosa jornada em busca de autoconhecimento para além do diagnóstico. E assim nasceu o Shimakumas no Japão, onde eu comecei a compartilhar o nosso caminho por esse mundo novo e desconhecido na esperança de encontrar comunidade, acolhimento, informação.

 

Hoje, tendo que redirecionar a minha vida, encontro neste trabalho a possibilidade de reconciliação comigo mesma, com a minha história e, quem sabe, o meu futuro.

Poluição ambiental
18020080289029764.webp

A ARTESÃ

Sou mãe solo de uma menina, responsável pelo ateliê, dentista do Trabalho e feminista. Assim sendo, a minha luta pelos Direitos Humanos, que inclui a Saúde Coletiva e a busca pela justiça social com mais consciência ambiental, é embasada por estudos e pesquisas científicas na luta por uma sociedade mais justa por acreditar que este é o único meio possível de desenvolver um mundo mais saudável e garantir um futuro melhor para as novas gerações, para além de sua sobrevivência. Descendente de japoneses, eu ainda procuro nas origens de minha família, aliar a cultura, a técnica e a sensibilidade nipônicas para trazer beleza, significado para os meus produtos, tornando-os únicos e verdadeiras obras de arte.

Diagnosticada com a Síndrome de Ehlers-Danlos em fevereiro de 2024, eu busco hoje maior visibilidade para a causa das doenças raras e a importância de seu reconhecimento, maior investimento em pesquisas e tratamentos. E faço isso através do Shimakumas no Japão, na troca com a comunidade de sedianos e a divulgação de informações sobre a condição para aumentar a conscientização da sociedade e da classe médica sobre ela.

Mudar os rumos do ciclo de consumo é parte essencial desse sonho. Apostar em pequenos negócios cheios de propósito e valor mais do que a busca pelo lucro sem limites que devasta o planeta, promover o consumo consciente e causas importantes, dar vazão a nossa criatividade enquanto cultivo e apoio os sonhos de minha menina, dar vez e voz a quem necessita... São compromissos que assumi quando decidi criar o ateliê e fala de um lugar não apenas de não-conformismo, mas também de esperança.

bottom of page